8.5.17

Teste de Coombs (direto e indireto)

Testes de antiglobulinas são realizados para detectar a presença de anticorpos que atuam contra os eritrócitos no organismo. O sistema imunológico pode produzir tais anticorpos em casos de anemia hemolítica, leucemia linfocítica crônica ou doença semelhante, eritroblastose fetal (doença hemolítica do recém-nascido), mononucleose infecciosa, infecção micoplasmática, sífilis, lúpus eritematoso sistêmico e reação de transfusão.


Alguns fatores como transfusão de sangue anterior, gravidez recente e uso de alguns medicamentos podem interferir no resultado do teste, sendo necessária a confirmação por outros métodos ou repetição da técnica.

Teste de Coombs direto

O teste de Coombs direto detecta anticorpos ligados aos eritrócitos, produzidos pelo próprio organismo ou recebidos por uma transfusão de sangue. Frequentemente utilizado para a detecção de anemia hemolítica, o teste de Coombs direto é aplicado no recém-nascido com sangue Rh-positivo cuja mãe possui sangue Rh-negativo. O teste verifica se a mãe produziu anticorpos contra o antígeno e se estes se deslocaram pela placenta para o bebê.

Procedimento


O método tem algumas variações de acordo com o kit utilizado, mas em geral é realizado com uma suspensão a 5% de eritrócitos em soro fisiológico, que é lavada por algumas vezes para remover os resíduos de soro. O soro de Coombs (anti-Ig humana) é então adicionado à solução, misturado e centrifugado para a verificação da aglutinação.

Teste de Coombs indireto

O teste de Coombs indireto detecta os anticorpos que estão no soro. Estes anticorpos podem atacar os eritrócitos, mas não estão ligados a eles. Normalmente, o teste de Coombs indireto é realizado para revelar a presença de anticorpos no sangue de um receptor ou doador antes de uma transfusão. Também pode ser útil no pré-natal, para proteger os bebês no início de uma gravidez caso a mãe possua sangue Rh-negativo.

Procedimento


O método tem algumas variações de acordo com o kit utilizado, mas em geral é realizado com uma quantidade do soro testado em tubo, onde é adicionada uma suspensão a 5% de eritrócitos em soro fisiológico e posteriormente incubada. Após algumas lavagens para remover o excesso de resíduos, o soro de Coombs (anti-Ig humana) é adicionado à solução, misturado e centrifugado para a verificação da aglutinação.

Interpretação dos resultados

Negativo

Teste de Coombs direto - um resultado negativo do teste significa que o sangue não tem anticorpos ligados aos eritrócitos.

Teste de Coombs indireto - um resultado negativo do teste significa que o sangue não possui anticorpos livres que possam atacar eritrócitos. No caso de transfusões, o sangue do receptor é compatível com o do doador. Além disso, um teste negativo de Coombs indireto para o fator Rh (titulação de anticorpos Rh) em uma mulher grávida significa que ela não desenvolveu anticorpos contra o sangue Rh-positivo do bebê, ou seja, a sensibilização Rh não ocorreu.

Positivo

Teste de Coombs direto - um resultado positivo do teste significa que o sangue tem anticorpos contra os eritrócitos. Pode ser causado por uma transfusão incompatível ou estar relacionado a certas condições, como a anemia hemolítica ou a doença hemolítica do recém-nascido.

Teste de Coombs indireto - um resultado positivo do teste significa que o sangue analisado é incompatível com o sangue do doador. Se o teste de título de anticorpos Rh for positivo em uma mulher grávida ou que planeja engravidar, isso quer dizer que ela tem anticorpos contra o sangue Rh-positivo (sensibilização ao Rh). Portanto deverá realizar o teste no início da gravidez para verificar o tipo sanguíneo do bebê. Se o bebê tiver sangue Rh-positivo, a situação da mãe será acompanhada durante a gravidez para evitar riscos à criança.

COMPARTILHE

Autor(a):

Os artigos do blog são destinados a estudantes, profissionais e pessoas que se interessam pela biomedicina e demais áreas da saúde. O conteúdo não visa substituir as orientações de um médico, portanto não deve ser utilizado para autodiagnóstico ou automedicação.

0 comentários: