Pular para o conteúdo principal

Postagens

O que são plasmídeos?

Plasmídeos são pequenos pedaços circulares de DNA que se replicam independentemente do cromossomo da célula hospedeira, têm importante papel como vetores de clonagem e são amplamente utilizados na biologia molecular. Nos micro-organismos, os plasmídeos têm funções adaptativas, já que podem garantir a sobrevivência de bactérias pela presença de genes de resistência a antibióticos, por exemplo.

Os primeiros plasmídeos utilizados em laboratório foram derivados de plasmídeos naturais encontrados em bactérias. Desde a sua descoberta, pesquisadores adicionaram muitas características aos plasmídeos para adequação a uma variedade de aplicações. Foram projetados para transportar até 10 quilobases de DNA e são facilmente isolados de micro-organismos por métodos laboratoriais.

Embora os plasmídeos se repliquem independentemente do DNA cromossômico, eles dependem de enzimas hospedeiras para catalisar a sua replicação. As DNA polimerases do hospedeiro ligam-se a uma sequência de origem de replica…
Postagens recentes

XIV Encontro Mineiro de Biomedicina - EMBM

Nos dias 19, 20 e 21 de maio acontecerá a décima quarta edição do Encontro Mineiro de Biomedicina, na cidade de Uberaba - MG. As inscrições estão disponíveis até o dia 15 de maio de 2017 e devem ser realizadas pelo site do encontro.

Para a edição deste ano, a comissão organizadora do evento preparou temas importantes e inovadores da área, como bioinformática, atuação do biomédico na veterinária e perfusão extracorpórea. A mesa redonda contará com um novo formato, composta por biomédicos em vários estágios de formação, para que haja uma troca de experiências acadêmicas e profissionais entre a mesa e os ouvintes.
As palestras serão ministradas no Auditório Esmeralda, no CEA (Centro Educacional e Administrativo) da UFTM, localizado ao lado da Biblioteca da UFTM.

Os participantes também podem submeter trabalhos para apresentação até o dia 05 de maio, considerando que o autor ou coautor do trabalho esteja inscrito no XIV Encontro Mineiro de Biomedicina. As informações sobre formatação pod…

Zoonoses negligenciadas

Qualquer doença ou infecção que é, naturalmente, transmissível de animais vertebrados para os seres humanos ou vice-versa é classificada como uma zoonose. Conhecidas há muitos séculos, atualmente existem mais de 200 zoonoses descritas que podem ser causadas por todos os tipos de agentes: bactérias, parasitas, fungos, vírus ou agentes não convencionais.

As zoonoses ainda representam uma ameaça à saúde pública, mas muitas delas são negligenciadas, ou seja, não são priorizadas pelos sistemas de saúde. Embora a maioria possa ser evitada, elas afetam centenas de milhares de pessoas, especialmente nos países em desenvolvimento.
Antraz
O antraz é principalmente uma doença de herbívoros, embora todas as espécies de sangue quente sejam suscetíveis. O agente causador é a bactéria Bacillus anthracis, formadora de esporos. O 'reservatório' da doença é o solo contaminado por esporos recentes ou até mesmo de várias décadas atrás.

Os humanos normalmente adquirem antraz por contato direto ou …

Enzimas de Restrição

A construção de moléculas de DNA recombinante, ou seja, a ligação de segmentos específicos de moléculas de DNA de origens diferentes, é uma técnica que pode ser desenvolvida graças à descoberta das enzimas de restrição ou endonucleases.

O que são essas enzimas? 
As enzimas de restrição foram descobertas e isoladas de inúmeras espécies de bactérias as quais têm a função de protegê-las de infecções virais. Os vírus bacterianos, ou fagos, ao invadirem o interior da bactéria, têm seu DNA cortado em sítios específicos, causando assim a restrição de seu ciclo de replicação que levaria à lise ou destruição da bactéria.
Como funcionam as enzimas de restrição?
As enzimas de restrição são proteínas que têm a capacidade de reconhecer, na dupla hélice do DNA, sítios de clivagem, ou seja, sequências específicas de 4 ou 6 bases. Uma vez reconhecido, é realizado um corte específico em cada ponto ou sítio em que as moléculas da enzima se ligam.
Esses sítios, além de estarem presentes no vírus, também …

Os principais métodos de exames parasitológicos

São inúmeros os métodos de exames coprológicos descritos na literatura, os quais possuem vários princípios e podem ser qualitativos ou quantitativos. Grande parte das técnicas são modificadas com o tempo para melhorar a identificação dos parasitas e, por apresentarem diferentes sensibilidades na detecção de ovos, larvas e cistos, geralmente é necessário o uso de mais de um procedimento durante a análise.

Formas evolutivas de helmintos eliminadas via anal
Ovos - Ascaris lumbricoides, Trichuris trichiura, Enterobius vermicularis, Ancylostoma duodenale, Necator americanus, Taenia solium, Taenia saginata, Hymenolepis nana, Schistosoma mansoni.
Larvas - Strongyloides stercoralis.
Adultos - Ascaris lumbricoides, Taenia spp. (proglotes), Enterobius vermicularis.

Formas evolutivas de protozoários eliminadas via anal
Cistos / trofozoítos - Giardia lamblia, Entamoeba histolytica / E. dispar, Entamoeba coli, Endolimax nana, Iodamoeba bütschlii, Chilomastix mesnili, Blastocystis hominis (apenas cisto)…

Autodiagnóstico? Má ideia!

Não é difícil encontrar pessoas procurando na internet sintomas comuns, em uma rápida pesquisa pelo Google ou outros buscadores da rede. Os mais diferentes históricos da internet podem mostrar, dentre os mais procurados, assuntos como: "o que é essa mancha vermelha na minha pele"?
O problema não está na busca do conhecimento sobre os sintomas nem sobre as doenças, mas no diagnóstico que as pessoas fazem ao relacionarem tais observações. Ir a uma consulta médica é muito mais aconselhável do que você convencer a si mesmo de que está com dengue, por exemplo, apenas com informações obtidas da internet.

O que isso significa? É mais provável que uma pessoa considere que está com uma doença rara do que com uma outra doença que apresente sintomas comuns na população. Muitos usuários da internet têm dificuldade em avaliar seus próprios sintomas como se fossem observar os de outra pessoa, isto é, o indivíduo superestima a probabilidade de contrair doenças raras e graves. Além disso, …

Você conhece a Plataforma Lattes?

A Plataforma Lattes é uma base de dados pública e brasileira, que possui informações sobre currículos de pesquisadores. O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) faz frequentes melhorias institucionais com o objetivo de ampliar a visibilidade, confiabilidade e utilidade das informações contidas na plataforma.


O sistema do CNPq recebeu o nome de Lattes para homenagear um reconhecido cientista brasileiro, Césare Mansueto Giulio Lattes. Nascido em Curitiba, ele contribuiu para o avanço da ciência em relação ao átomo com a descoberta do méson pi, partícula subatômica com massa entre o elétron e o próton.
Em geral, a Plataforma Lattes contribui para a avaliação das competências de profissionais da ciência. Como a base de dados está disponível na internet, auxilia na seleção de candidatos à obtenção de bolsas e auxílios, residências multiprofissionais, participação em comitês e fornecimento de subsídios à pesquisa e pós-graduação brasileiras. Por esses motivos,…