Últimas Novidades

Suplementos hormonais: para que serve, como usar e onde comprar DHEA?


Garanta a sua

A dehidroepiandrosterona é um hormônio natural produzido pela glândula adrenal, e atinge seu pico por volta dos vinte anos, começando a diminuir depois dos trinta. Seu suplemento é feito a partir da soja ou do inhame selvagem, sendo procurado por muitas pessoas para aumentar a libido, melhorar o desempenho sexual, combater os efeitos do envelhecimento, aumentar o ganho de massa muscular e afetar todas as funções dependentes da testosterona. Além disso, o DHEA é usado para tratamento de desequilíbrios hormonais. Por sua ampla divulgação como fonte mágica da juventude, a procura por DHEA cresceu exponencialmente, levando a dúvidas sobre seus reais efeitos.

Benefícios do DHEA

A ciência ainda não conhece todos os efeitos do DHEA no nosso organismo. O que se sabe é que esse é um precursores dos hormônios sexuais masculinos e femininos (testosterona e estrogênio, respectivamente). Sabe-se também que anticoncepcionais, corticoides e agentes de tratamento para problemas psiquiátricos podem ser responsáveis pela redução dos níveis de DHEA no organismo.

Em meio a tantas incertezas, esse é um suplemento utilizado com a promessa de oferecer perda de peso, redução da massa muscular, combate à depressão, prevenção do envelhecimento, entre outros. Porém, apenas em alguns casos há estudos em andamento sobre os efeitos desse suplemento. Como esses não são totalmente claros, é importante tomar o DHEA em ciclos, monitorando a quantidade e os efeitos dele no seu organismo.

O aspecto mais importante do DHEA para a saúde é que ela pode ser o atributo mais poderoso na redução dos efeitos de doenças crônicas. Pesquisas têm sido feitas sobre a real utilidade do DHEA para o tratamento de diversos males, como a osteoporose. A ingestão oral dessa substância trouxe resultados significativos em pessoas com esse problema, por aumentar a densidade óssea de homens e mulheres mais velhos. Além disso, o aumento dos níveis de DHEA é um ótimo auxiliar em como diminuir os sintomas da ansiedade e depressão que acometem pessoas com esquizofrenia. Essa substância ajuda essas pessoas a ter maior bem-estar, alegria e energia para enfrentar essa doença.

Homens com doenças cardíacas apresentam baixos níveis de sulfato de DHEA em comparação com homens com o coração saudável. Por isso, são três vezes mais propensos a morrer de problemas no coração. O DHEA reduz o colesterol LDL, pode aumentar os níveis hormonais e diminui o risco de adquirir doenças cardíacas.

Um dos benefícios mais conhecidos do DHEA é no combate à disfunção erétil. Estudos foram realizados em pacientes com incapacidade de obter e manter a ereção do pênis, que pode ser sinal de problemas psicológicos, doenças crônicas ou outros males. Nesses testes, homens que receberam uma dose diária do suplemento de DHEA durante seis meses apresentaram melhora na habilidade de manter a ereção para uma atividade sexual satisfatória. 

DHEA: como ele atua em homens e mulheres?

Esse hormônio é naturalmente produzido pelo nosso organismo por meio das glândulas suprarrenais. Apesar de ser um antecipador de hormônios sexuais de ambos os gêneros, esse é um hormônio com características mais masculinas do que femininas, pois suas funções estão mais aproximadas às da testosterona. Para os homens, o DHEA está ligado à força e potência (tanto física quanto sexual), enquanto para as mulheres os fins são estéticos. 

Mulheres que desejam aumentar a massa muscular, ou que já passaram pela menopausa e estão em busca da melhora da libido procuram pelo suplemento de DHEA. Ele pode ser interessante para quem busca a hipertrofia para definir o corpo, principalmente, nos exercícios de resistência. Por sua característica pré-hormônio da testosterona, ele oferece melhor aproveitamento energético, oferece aceleração do metabolismo e ajuda a definir os músculos de maneira proporcional.

Efeitos colaterais do DHEA

O DHEA é um hormônio que deve ser usado sob supervisão médica. Crianças e mulheres grávidas não devem utilizá-lo. O uso indiscriminado dessa substância pode ser prejudicial. Alguns dos efeitos colaterais apresentados após a ingestão do suplemento de DHEA são:

  • aceleração dos batimentos cardíacos
  • acne
  • alteração de humor com tendência à agressividade em homens
  • alterações no ciclo menstrual feminino
  • aumento dos níveis de colesterol
  • aumento e sensibilidade nos seios em homens
  • crescimento dos pelos faciais em mulheres
  • congestão nasal
  • dores abdominais
  • engrossamento da voz em mulheres
  • fadiga
  • insônia
  • palpitações
  • pele oleosa
  • queda de cabelo

Presente naturalmente no organismo, porém sem ser constante por toda a vida, a reposição de DHEA ou uso para determinados fins pode fazer com que este seja um aliado da sua saúde. Considerado um ótimo neuroprotetor, o suplemento de DHEA é uma forma simples de neutralizar as consequências de alguns problemas de curto ou longo prazo. Cada vez mais popular, esse suplemento gerava dúvidas quanto à sua função e efeitos colaterais, já que não há estudos mais aprofundados sobre eles. Ainda assim, com acompanhamento e sem superdosagem, é possível fazer com que o DHEA seja um valioso agente de bem-estar.

Agora que você já conhece tudo sobre o DHEA, continue navegando em nosso site e saiba mais sobre outros temas na área de saúde!

Nenhum comentário