Últimas Novidades

Perfil do Biomédico 2018 - Blog Biomedicina Brasil


É com muito prazer que o blog biomedicina Brasil apresenta os primeiros resultados do Perfil do Biomédico 2018!

Primeiramente gostaríamos de agradecer a todos os participantes! Com o intuito de conhecer o público da página Biomedicina Brasil, assim como o público biomédico brasileiro, a pesquisa teve como objetivo conhecer os estudantes e os profissionais através de um formulário contendo questões referentes a aspectos pessoais, profissionais e opinativos a respeito da biomedicina no Brasil. Estas informações são muito importantes tanto para o blog melhorar o direcionamento de seu conteúdo ao seu público, assim como para a comunidade biomédica brasileira.

Foram consideradas 392 entradas (refere-se a aproximadamente 1,35% do público total da página no período de um mês). Vale reiterar que os resultados apresentados possuem somente caráter representativo, deste modo, estes resultados mostram apenas uma projeção, podendo não representar a totalidade do público, entretanto, os resultados obtidos mostraram-se satisfatórios em relação ao objetivo proposto inicialmente.

Neste primeiro momento, com exceção de um ponto, não se diferenciou entre os profissionais já formados e os estudantes em formação. Isto por que os resultados brutos são pertinentes a composição da comunidade que compõe o público da página. O Perfil do Biomédico 2018 será composto de uma série de artigos revelando de maneira gradual sua composição dividida em extratos. Desta maneira, serão gerados dados inclusive interessantes a outras discussões recorrentes em nossa profissão.

O primeiro aspecto avaliado foi o gênero:



Nota-se a maioria feminina, com uma relação muito próxima a 4 mulheres biomédicas para 1 homem biomédico.

O segundo aspecto avaliado foi a faixa etária do público:


É interessante notar que 70% das entradas referiram-se a faixa etária entre 17 e 27 anos. Isto significa que a maior parte do público do blog provavelmente ainda está cursando o curso ou ainda, em seus primeiros anos como profissional.

O terceiro ponto avaliado foi a região de residência no Brasil:


Como observado, cerca de 70% do público reside na região sul-sudeste.

Em quarto lugar, perguntou-se a instituição de ensino em que o estudante frequenta ou o profissional formou-se:


Nota-se a maioria formada por uma universidade particular.

Em quinto lugar, a área de atuação dos biomédicos já formados. Para a confecção desta variável, levamos em consideração as entradas as quais continham informações a respeito do primeiro emprego, assim como o tempo de latência para se obtê-lo.


Como já se esperava, a ocupação mais proeminente dos biomédicos é a habilitação de patologia clínica (chamada também de Análises Clínicas). Em sequência, a área de pesquisa/acadêmica, biomedicina estética em terceiro lugar, seguida por imagenologia, reprodução humana, hematologia ou banco de sangue, perfusão extracorpórea, microbiologia, biologia molecular, perícia criminal, acupuntura, citologia oncótica (0,7%) as áreas relacionadas a auditoria, gestão e controle de qualidade (1%) e outras especialidades, como toxicologia, epidemiologia e saúde pública e por fim, análises ambientais foram agrupadas em “Outros” (1%).

Estes resultados se mostram muito interessantes, uma vez que as muitas habilitações previstas por nosso conselho realmente são aproveitadas pelos profissionais biomédicos.

O sexto ponto levou em consideração a opinião do público em relação a recomendação do curso a outras pessoas:


Mesmo que uma minoria (26%) não recomendaria o curso, a maioria (65%) recomendaria com certeza e ainda, 9% se mostraram em dúvidas. Os comentários atrelados a esta dúvida serão discutidos num próximo artigo, onde será discutido também outros aspectos opinativos em relação aos estudantes de biomedicina e profissionais biomédicos em relação a sua posição no mercado de trabalho.

Em um primeiro momento, estes resultados mostram-se muito interessantes do ponto de vista da página, uma vez que consegue-se perceber melhor por quais camadas nosso público é composto.
Nos próximos artigos serão discutidos outros pontos, em relação a opinião do público!