Últimas Novidades

Vale a pena comprar um livro acadêmico?

Seja pelo conhecimento ou pelo simples passatempo, todo livro vale a pena. Entretanto, o ponto deste artigo considera a pergunta que muitos estudantes têm durante o curso de graduação: pelo estudo, vale a pena comprar um livro acadêmico durante a graduação?



A resposta é: depende. Uma série de fatores devem ser considerada: disposição financeira, área que o estudante vai seguir após a faculdade, entre outros.

Certamente o preço médio dos livros é o fator mais importante. Caso o estudante queira montar seu pequeno acervo, a conta certamente sairá salgada. Por isso a primeira dica, e talvez a mais importante, envolve conhecer os livros mais utilizados pelos seus professores como referência, ou então, o livro mais conhecido de cada área para selecionar os trechos mais importantes, de acordo com a qualidade de um determinado conteúdo.

Para a maioria dos casos há alternativas, como a compra de livros usados, utilização dos exemplares da biblioteca da universidade ou a cópia de trechos dos livros para uso próprio. Lembrando: a cópia de livros na íntegra é crime e pode até sair mais caro que exemplares usados. Vale a pesquisa.


A utilização prática do livro é outro aspecto que deve ser considerado, isto é, o quanto o livro será efetivamente utilizado e, dentro deste aspecto, alguns pontos como a especificidade e duração da disciplina devem impactar sobre a decisão de compra. Além disso, deve-se considerar também a atividade que o estudante pretende desenvolver após a graduação: a compra do livro pode valer a pena caso o estudante opte por uma pós-graduação na área, por exemplo.

Outro aspecto que deve ser levado em consideração é o tempo de desatualização do livro. As editoras costumam lançar novas edições dos livros a cada 5 anos, em média. Isto não quer dizer que livros lançados a 10 anos ou mais estão completamente desatualizados. A base do conhecimento, mesmo de matérias biológicas, não se altera consideravelmente neste intervalo de tempo, assim, este ponto se torna mais pertinente no caso da compra de livros usados.

A cópia impressa, utilização de livros digitais, os exemplares da biblioteca da universidade ou a compra conjunta são outras alternativas. A cópia impressa pode facilitar se feita com atenção. Do contrário, a desorganização e lixo gerados ao final dos estudos não compensam o investimento. Livros digitais também se mostram interessantes, ainda mais pelo menor preço normalmente praticado. Entretanto, o estudante passa a depender de algum meio eletrônico para estudar, o que pode também ser uma fonte de distração, prejudicando o estudo.

Do ponto de vista financeiro, a utilização de exemplares da biblioteca pode ser considerada a mais vantajosa. Porém, exige-se mais organização, uma vez que os exemplares podem ser muito disputados. Nestes casos, a compra conjunta pode valer a pena também, porém, exigindo também da organização dos estudantes envolvidos.


Assim, além de considerar todos estes pontos, para que se responda a pergunta “pelo estudo, vale a pena comprar um livro de alguma disciplina da graduação?”, deve ter em mente a resposta de duas outras perguntas: “O quanto você pretende estudar desta disciplina?” e “O quanto esta disciplina é importante para você?”. Tudo depende do estudante.

E para você, vale a pena comprar um livro de alguma disciplina da graduação? Deixe nos comentários a sua opinião!