Bolsas de Estudo
De acordo com a legislação trabalhista, o empregador não pode pagar um salário inferior ao piso nacional de uma categoria. O piso salarial é o menor salário da categoria profissional estabelecido por sindicatos, sempre superior ao salário mínimo nacional ou estadual, se houver.

O processo, chamado de negociação coletiva, estabelece normas e compromissos entre as partes envolvidas e deve ser respeitado durante sua vigência. O valor do piso salarial pode variar conforme o estado, cidade ou empresa, pois tem validade somente para os trabalhadores abrangidos no documento.

A grande vantagem de uma categoria possuir piso salarial é a possibilidade de ter um valor salarial mínimo para o exercício da atividade profissional. Também diminui a rotatividade da mão de obra, porque desestimula dispensas do empregador para substituição por trabalhadores com salários menores na mesma categoria.


Baseando-se nesses conceitos, uma ideia legislativa foi criada para que se possibilite o debate sobre a criação de um piso salarial para os biomédicos. A classe biomédica sempre esteve na luta por um valor justo e condizente com suas atividades, mas as conversas nunca avançaram.

Se o projeto receber o apoio mínimo de 20 mil pessoas até o dia 8 de setembro de 2018, será encaminhado aos senadores para uma discussão mais aprofundada. No documento, o autor Victor Gabriel propõe o valor de R$ 4.800,00, destacando a qualidade profissional e a importância de biomédicos nos serviços de saúde. Para apoiar a ideia, acesse o link, vote e compartilhe!


4 Comentários

  1. Como acabar com a inclusão de um categoria ou ser substituível por outros cursos e até mesmo técnicos .....

    ResponderExcluir
  2. Serio, eu amaria ganhar 4.800,00 por mês. Ter minha área valorizada, mas vamos ser realistas.
    Biomédico é uma nova área no mercado de trabalho, com piso de 2.000,00 já perdemos vagas para técnicos e farmacêuticos, imagina 4.8000. Acho q o problema esta mais na regulamentação e limitação da nossa profissão e tambem falta de informação da nossa área para atuar em outros campos. Ex: Bioindustrias como de alimentos e de farmacológicos. Deveria tambem ter a possibilidade de atuar junto no ramo de farmacologia, desenvolvendo medicamentos assim com farmacêutico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo que o problema não está somente aí, porém acho difícil que um biomédico seja substituído por um técnico, farmacêutico ou até biólogo. Nenhum curso tem a mesma grade curricular e foco de atuação. Além disso, esta é apenas uma proposta de discussão, nada está garantido ou será resolvido com uma simples votação pela internet.

      Excluir
  3. Bom dia! Sou biomédica e gostaria de saber onde encontro o link para votação??
    Meu emae-m é danielasilvabiomedica@hotmail.com
    Obrigada

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
---
Manual da Coleta de Sangue Venoso
Adquira o seu exemplar
Seja um afiliado e venda o nosso manual - saiba como
---
---
Quer tirar fotos do microscópio com o seu celular?
Conheça o Citohelper
Utilize o cupom BIOMEDBRASIL e ganhe R$ 10 de desconto
---