Bolsas de Estudo
Realizar a limpeza da vidraria de laboratório não é tão simples como lavar os pratos de uma casa. Deve-se evitar resíduos de lavagem para não interferir na composição de soluçãões químicas ou experimentos.

Geralmente, a lavagem da vidraria é feita imediatamente após o uso. Alguns detergentes são produzidos especificamente para laboratórios e apresentam resultados muito melhores do que os utilizados em residências.

Foto: Technical Glass

Curiosamente, em alguns casos o detergente e a água da torneira nem são necessários na limpeza. Você pode lavar o vidro com um solvente adequado e, em seguida, concluir a lavagem com água destilada e seguidas lavagens com água deionizada.

Como lavar vidrarias com soluções químicas comuns

► Soluções solúveis (cloreto de sódio ou soluções de sacarose, por exemplo) - Lavar 3-4 vezes com água deionizada e, em seguida, colocar o vidro para secar.

► Soluções insolúveis (hexano ou clorofórmio, por exemplo) - Lavar 2-3 vezes com etanol ou acetona, lavar 3-4 vezes com água deionizada e, em seguida, colocar o vidro para secar. Em algumas situações pode ser necessária a utilização de outros solventes para a lavagem inicial.

► Ácidos fortes (HCl concentrado, por exemplo) - Sob um exaustor, lavar cuidadosamente o vidro com volume abundante de água da torneira. Lavar 3-4 vezes com água deionizada e, em seguida, colocar o vidro para secar.

► Bases fortes (NaOH 6M, por exemplo) - Sob um exaustor , lavar cuidadosamente o vidro com volume abundante de água da torneira. Lavar 3-4 vezes com água deionizada e em seguida, colocar o vidro para secar.

► Ácidos fracos (soluções de ácido acético ou de diluições de ácidos fortes, como HCl 0,1 M ou 1M, por exemplo) - Lavar 3-4 vezes com água deionizada e colocar o vidro para secar.

► Bases fracas (NaOH, por exemplo) - Enxaguar abundantemente com água da torneira para remover a base, lavar 3-4 vezes com água deionizada e, em seguida, colocar o vidro para secar.

Lavagem de vidrarias especiais

Vidraria utilizada em química orgânica
 Lavar o vidro com o solvente adequado.
 Usar água deionizada para conteúdos solúveis em água.
 Usar o etanol para conteúdos solúveis em etanol, seguido por lavagens em água deionizada.
 Lavar com outros solventes, quando necessário, e posteriormente com etanol e água deionizada.
 Se o vidro precisar ser esfregado, esfregar com uma escova usando água quente e sabão, enxaguar bem com água da torneira e fazer lavagens com água deionizada.

Buretas
Lavar com água quente e sabão, enxaguar bem com água da torneira e lavar 3-4 vezes com água deionizada.
 Certificar que as lavagens finais removeram todos o conteúdo da vidraria. Buretas precisam estar completamente limpas para serem usadas em experimentos quantitativos.

Pipetas e balões volumétricos
Em alguns casos, pode ser necessário deixar o vidro de molho durante a noite em água com sabão.
 É recomendável o uso de água morna e sabão, assim como esfregar a vidraria com uma escova.
 Enxaguar com água da torneira seguido por 3-4 lavagens com água deionizada.

Secar ou não secar vidrarias?

Não é aconselhável secar vidrarias com papel toalha ou secador de ar, já que estes podem depositar fibras ou impurezas que irão contaminar o material. Normalmente, as vidrarias devem secar ao ar livre na prateleira. Em outros casos, se uma quantidade de água foi adicionada ao vidro, ela não precisa ser retirada a menos que afete a concentração final de uma solução. Se o solvente for éter, é possível lavar o material de vidro com etanol ou acetona para remover a água e, em seguida, lavar com a solução final para remover o álcool ou acetona.

Enxague com reagente → Se a água for afetar a concentração final da solução, faça uma lavagem tripla da vidraria com a solução.

Secagem rápida de vidrarias

Se vidraria for utilizada imediatamente após a lavagem e seja necessária a sua secagem, lave-a 2-3 vezes com acetona, pois removerá qualquer água e evaporará rapidamente. Embora não seja uma ótima ideia utilizar ar para secar vidrarias, você pode aplicar um vácuo para evaporar o solvente.

Notas adicionais

• Você pode desengordurar algumas vidrarias limpando-as com uma toalha que não solte fiapos embebida com éter ou acetona. Use luvas e evite respirar os vapores.

• A lavagem com água deionizada deve formar uma camada delgada quando derramada na vidraria limpa. Se essa ação não for vista, podem ser necessários métodos de limpeza mais agressivos.


Postagem Anterior Próxima Postagem
---
Manual da Coleta de Sangue Venoso
Adquira o seu exemplar
Seja um afiliado e venda o nosso manual - saiba como
---
---
Quer tirar fotos do microscópio com o seu celular?
Conheça o Citohelper
Utilize o cupom BIOMEDBRASIL e ganhe R$ 10 de desconto
---