Saúde Pública

Dicas para prevenir doenças infecciosas

As doenças infecciosas são complicações que podem ser desencadeadas por vírus, bactérias ou parasitas. A periculosidade das doenças infecciosas varia de acordo com o micro-organismo envolvido.

Existem várias portas de entrada para as doenças infecciosas, e algumas delas são causadas pela ausência de higiene pessoal ou outros fatores. A seguir citamos algumas maneiras de se prevenir o desencadeamento dos mais variados tipos de doenças infecciosas, confira.

Prevenindo o surgimento das doenças infecciosas

● Lavar as mãos: Lavar as mãos é um dos pilares mais importantes para a prevenção de complicações do gênero. Os vírus e as bactérias se instalam nas mãos do indivíduo, e se por ventura o mesmo encostar a mão na boca ou até mesmo manipular um alimento, a transmissão é inevitável.

Procure lavar as mãos sempre que possível, principalmente antes das refeições diárias, como almoço e jantar. Se por acaso a mão infectada entrar em contato com algum tipo de alimento, as doenças infecciosas poderão ser transmitidas para o indivíduo em questão.

● Lavar os alimentos: Os alimentos devem ser lavados antes do consumo, em especial as frutas e verduras. No caso das verduras, pode ser que haja resquícios de terra contaminada ou qualquer outro tipo de impureza. Dado isso, procure higienizar bem os alimentos, antes de ingeri-los.



● Higienização do banheiro: O banheiro é um local onde há grande quantidade de germes e parasitas . Esses micro-organismos podem desencadear os mais variados tipos de doenças infecciosas. Por esta razão, procure manter o banheiro de sua casa sempre higienizado, pois dessa forma você estará evitando o surgimento de uma série de complicações passíveis.

● Ferver ou filtrar a água: Exceto a água mineral, as demais águas devem ser fervidas ou filtradas. Não é aconselhável beber água de torneira sem seguir os passos anteriores, a fervura é mais eficaz ainda do que unicamente a filtragem.

● Utilização de preservativos: Entre os exemplos mais graves existentes, podemos citar a AIDS. Essa síndrome é consequência da infecção por um vírus cuja denominação é HIV. Para evitar o surgimento desta e de outras doenças infecciosas, procure utilizar preservativos nas suas relações sexuais.

● Higienização de animais: Se você possui algum animal de estimação, procure higienizá-lo sempre que possível. Mesmo que haja uma higienização adequada, ainda assim procure evitar o contato direto com esses animais, visto que eles podem conter agentes causadores de doenças infecciosas.



● Não compartilhar objetos pessoais: Objetos pessoais como escovas de dente e seringas, não devem ser compartilhados de jeito nenhum. No caso dos alicates removedores de cutículas, é possível compartilhá-los desde que haja a esterilização dos mesmos.

● Não consumir carnes cruas: Carnes cruas não devem ser consumidas. A carne de porco, por exemplo, deve ser bem cozida, pois pode haver uma série de germes alocados, como é o caso do Tênia.

● Cortar as unhas: Muitos optam pelas unhas grandes, principalmente as mulheres. Lógico que as mulheres não irão adotar esta dica, mas salientamos que unhas grandes podem acumular uma série de bactérias, caso não haja uma higienização adequada. Por esta razão, corte suas unhas ou higienize-as regularmente. Evitar o acúmulo de sujeira irá minimizar o aparecimento de bactérias.

Referência: blog I Love Saúde

Artigo por: Biomedicina Brasil

Os artigos do blog são destinados a estudantes, profissionais e pessoas que se interessam pela biomedicina e demais áreas da saúde. O conteúdo não visa substituir as orientações de um médico, portanto não deve ser utilizado para autodiagnóstico ou automedicação.

Licença Creative Commons
Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. Não é permitido duplicar, copiar ou reproduzir qualquer parte sem autorização prévia.

0 comentários:

Postar um comentário

2007-2016. Biomedicina Brasil. Tecnologia do Blogger.