Últimas Novidades

Limpeza e lavagem de vidrarias

Realizar a limpeza da vidraria de laboratório não é tão simples como lavar os pratos de uma casa. Deve-se evitar resíduos de lavagem para não interferir na composição de soluçãões químicas ou experimentos.

Geralmente, a lavagem da vidraria é feita imediatamente após o uso. Alguns detergentes são produzidos especificamente para laboratórios e apresentam resultados muito melhores do que os utilizados em residências.

Foto: Technical Glass

Curiosamente, em alguns casos o detergente e a água da torneira nem são necessários na limpeza. Você pode lavar o vidro com um solvente adequado e, em seguida, concluir a lavagem com água destilada e seguidas lavagens com água deionizada.

Como lavar vidrarias com soluções químicas comuns

► Soluções solúveis (cloreto de sódio ou soluções de sacarose, por exemplo) - Lavar 3-4 vezes com água deionizada e, em seguida, colocar o vidro para secar.

► Soluções insolúveis (hexano ou clorofórmio, por exemplo) - Lavar 2-3 vezes com etanol ou acetona, lavar 3-4 vezes com água deionizada e, em seguida, colocar o vidro para secar. Em algumas situações pode ser necessária a utilização de outros solventes para a lavagem inicial.

► Ácidos fortes (HCl concentrado, por exemplo) - Sob um exaustor, lavar cuidadosamente o vidro com volume abundante de água da torneira. Lavar 3-4 vezes com água deionizada e, em seguida, colocar o vidro para secar.

► Bases fortes (NaOH 6M, por exemplo) - Sob um exaustor , lavar cuidadosamente o vidro com volume abundante de água da torneira. Lavar 3-4 vezes com água deionizada e em seguida, colocar o vidro para secar.

► Ácidos fracos (soluções de ácido acético ou de diluições de ácidos fortes, como HCl 0,1 M ou 1M, por exemplo) - Lavar 3-4 vezes com água deionizada e colocar o vidro para secar.

► Bases fracas (NaOH, por exemplo) - Enxaguar abundantemente com água da torneira para remover a base, lavar 3-4 vezes com água deionizada e, em seguida, colocar o vidro para secar.

Lavagem de vidrarias especiais

Vidraria utilizada em química orgânica
 Lavar o vidro com o solvente adequado.
 Usar água deionizada para conteúdos solúveis em água.
 Usar o etanol para conteúdos solúveis em etanol, seguido por lavagens em água deionizada.
 Lavar com outros solventes, quando necessário, e posteriormente com etanol e água deionizada.
 Se o vidro precisar ser esfregado, esfregar com uma escova usando água quente e sabão, enxaguar bem com água da torneira e fazer lavagens com água deionizada.

Buretas
Lavar com água quente e sabão, enxaguar bem com água da torneira e lavar 3-4 vezes com água deionizada.
 Certificar que as lavagens finais removeram todos o conteúdo da vidraria. Buretas precisam estar completamente limpas para serem usadas em experimentos quantitativos.

Pipetas e balões volumétricos
Em alguns casos, pode ser necessário deixar o vidro de molho durante a noite em água com sabão.
 É recomendável o uso de água morna e sabão, assim como esfregar a vidraria com uma escova.
 Enxaguar com água da torneira seguido por 3-4 lavagens com água deionizada.

Secar ou não secar vidrarias?

Não é aconselhável secar vidrarias com papel toalha ou secador de ar, já que estes podem depositar fibras ou impurezas que irão contaminar o material. Normalmente, as vidrarias devem secar ao ar livre na prateleira. Em outros casos, se uma quantidade de água foi adicionada ao vidro, ela não precisa ser retirada a menos que afete a concentração final de uma solução. Se o solvente for éter, é possível lavar o material de vidro com etanol ou acetona para remover a água e, em seguida, lavar com a solução final para remover o álcool ou acetona.

Enxague com reagente → Se a água for afetar a concentração final da solução, faça uma lavagem tripla da vidraria com a solução.

Secagem rápida de vidrarias

Se vidraria for utilizada imediatamente após a lavagem e seja necessária a sua secagem, lave-a 2-3 vezes com acetona, pois removerá qualquer água e evaporará rapidamente. Embora não seja uma ótima ideia utilizar ar para secar vidrarias, você pode aplicar um vácuo para evaporar o solvente.

Notas adicionais

• Você pode desengordurar algumas vidrarias limpando-as com uma toalha que não solte fiapos embebida com éter ou acetona. Use luvas e evite respirar os vapores.

• A lavagem com água deionizada deve formar uma camada delgada quando derramada na vidraria limpa. Se essa ação não for vista, podem ser necessários métodos de limpeza mais agressivos.