Imagenologia

Principais aspectos do exame radiológico

Para a realização de uma radiografia, o profissional deve desenvolver coordenadas para efetuar o cálculo utilizado através de parâmetros que têm grande influência na composição da imagem. O cálculo é feito através de um conjunto de conhecimentos sobre física, anatomia, fisiologia e patologia humana, possibilitando a definição dos fatores que influenciam diretamente na formação da imagem diagnóstica.


mA - Ponto focal (Foco), tamanho ou densidade da estrutura radiografada. Está diretamente relacionado à anatomia, fisiologia e patologia da estrutura ou região de interesse.
KV - Kilovoltagem aplicada, responsável pelo enegrecimento da película de raios-x. É o poder de penetração e qualidade do feixe de radiação.
mAs -  Relação entre o ponto focal e o tempo de exposição, responsável pelo contraste (tons de cinza) da película de raios-x.
S - Tempo de exposição, responsável pelo tempo ou quantidade de irradiação.

Os novos equipamentos selecionam vários tipos de foco (50, 100, 200, 300, 500), que passou a ser determinado pela densidade a ser radiografada. Essas densidades são definidas numa escala de tons entre o branco e o preto podendo ser classificadas como ar (preto), partes moles (cinza) e ossos (branco). Quanto menor a densidade maior o foco e vice-versa. Geralmente, o foco 100 é usado para a densidade óssea, o foco 200 para a densidade de partes moles e o foco 300 para a densidade de ar.

O  KV é determinado através de uma fórmula.

KV = (espessura x 2) + Cap + Fa

Espessura – medida da estrutura radiografada com o uso do espessômetro.
Cap – constante do aparelho, medida com o uso do osciloscópio, podendo variar de 20 a 30.
Fa – fator absorvedor, cujo valor é variável.


O mAs também é calculado com o uso de uma fórmula.

mAs = (espessura x 2 + Cap) x C.M.M.

C.M.M.– Constante miliamperimétrica de “Marrom”, definida dependendo do tipo de densidade radiografada.

O tempo de exposição é dado pela dedução da fórmula.

mAs = mA x S logo: S = mAs / mA

Conclui-se então que o mA é definido pela anatomia ou patologia da estrutura radiografia, o KV define-se pela física do equipamento, o mAs e o tempo de exposição limita a quantidade de radiação aplicada.

Artigo por: Raphael Gonçalves Nicésio

Os artigos do blog são destinados a estudantes, profissionais e pessoas que se interessam pela biomedicina e demais áreas da saúde. O conteúdo não visa substituir as orientações de um médico, portanto não deve ser utilizado para autodiagnóstico ou automedicação.

Licença Creative Commons
Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. Não é permitido duplicar, copiar ou reproduzir qualquer parte sem autorização prévia.

0 comentários:

Postar um comentário

2007-2016. Biomedicina Brasil. Tecnologia do Blogger.