Bem Estar

Triglicerídeos e como diminuí-los

Todos já ouvimos falar do bom colesterol, mau colesterol, gordura saturada e gordura insaturada. Às vezes parece que precisamos de dedicação exclusiva para manter o controle de todas essas influências nos históricos de doenças cardíacas.


De certa forma, a função de triglicerídeos em nosso corpo é a mais fácil de se entender. Resumidamente, os triglicérides são gorduras do sangue e são usados ​​para fornecer energia para o corpo. Se alguém possui triglicérides extras, estes são armazenados em locais diferentes no caso de serem necessários no futuro. Um alto nível de triglicérides pode aumentar o risco de doenças cardíacas.

Mas o que os seus níveis de triglicerídeos significam e o quanto se deve reduzir para diminuir os riscos de doenças cardíacas pode parecer meio confuso.

O que são triglicerídeos?

Os triglicerídeos são importantes para a vida humana e são a principal forma de gordura no corpo. Quando você percebe que aquelas gordurinhas estão se armazenando em seus quadris ou na barriga, certamente são triglicérides.

A gordura que comemos está na forma de moléculas relativamente grandes nos produtos alimentares. Os triglicerídeos são o produto final da digestão e a quebra dessas gorduras volumosas. Qualquer alimento extra que comemos, que não é usado para a atividade imediatamente (carboidratos e gorduras) também são quimicamente convertidos em triglicérides.

Os triglicérides são então agrupados em glóbulos depois de serem digeridos. Estes são então transportados através do sangue para o fígado. Depois de saírem do fígado, os triglicérides são "embalados" dentro de um tipo de proteína (chamada lipoproteína de baixa densidade - LDL) e, em seguida, podem ser transportados no sangue para onde serão necessários.

O excesso de triglicerídeos são acumulados em tecido adiposo (gordura), a fim de serem utilizados para produzir energia se fontes de alimento não estiverem disponíveis futuramente - ou durante a sua próxima dieta.

Os triglicérides são medidos por um exame de sangue que verifica ao mesmo tempo o "bom" e "mau" colesterol. Recomenda-se que todas as pessoas com idade acima de 20 anos com um perfil lipídico normal meçam os níveis de colesterol e triglicérides periodicamente. Os níveis de triglicérides são verificados após o jejum noturno, já que a gordura de uma refeição pode aumentar os níveis no teste.

A ameaça

Níveis elevados de triglicérides são um fator de risco para doenças cardíacas. Especialistas discordam, porém, sobre o quão ruim o efeito de triglicérides elevados atue no coração. Parte da controvérsia decorre do fato de que altos níveis de triglicérides geralmente acontecem simultaneamente com outros fatores de risco. Na maioria das vezes, eles coexistem com altos níveis de LDL ("mau" colesterol) e baixos níveis de HDL (colesterol "bom"), já que baixos valores de colesterol "bom" são um fator de risco para a doença cardíaca.

O que os especialistas acreditam é que níveis altos de triglicérides podem realmente ser marcadores de outros fatores de risco para doenças cardíacas. Ou seja, altos níveis de triglicérides podem aumentar os efeitos ruins de colesterol alto, pressão alta e diabetes. Algumas pesquisas também sugerem que níveis elevados de triglicérides são um fator de risco mais importante para as mulheres do que para os homens, embora isso também seja contestado.

Como combatê-los?

A melhora do estilo de vida pode ajudar na redução do nível de triglicerídeos. Fazer exercícios frequentemente e iniciar uma dieta saudável é a melhor forma de se começar.

Curiosamente,  o consumo de álcool tem fortes efeitos sobre os níveis de triglicérides. Beber mais do que um drinque por dia para mulheres ou dois para os homens pode aumentar consideravelmente os níveis de triglicérides. Algumas pessoas com triglicérides elevados podem precisar até cortar o álcool completamente.

Procure também comer mais peixes ricos em ômega-3 ao invés de carne vermelha, que é rica em gordura saturada. Peixes gordos como a cavala, a truta, arenque, sardinha, atum e salmão são ricos em ômega-3.

A medicina pode ser necessária para certas pessoas com níveis de triglicérides elevados, mas uma coisa é certa: uma dieta saudável e um bom ritmo de exercícios podem diminuir os níveis de triglicérides, controlar o colesterol e diminuir o risco de uma doença cardiovascular.


Fonte: WebMD

Artigo por: Raphael Gonçalves Nicésio

Os artigos do blog são destinados a estudantes, profissionais e pessoas que se interessam pela biomedicina e demais áreas da saúde. O conteúdo não visa substituir as orientações de um médico, portanto não deve ser utilizado para autodiagnóstico ou automedicação.

Licença Creative Commons
Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. Não é permitido duplicar, copiar ou reproduzir qualquer parte sem autorização prévia.

0 comentários:

Postar um comentário

2007-2016. Biomedicina Brasil. Tecnologia do Blogger.