Bem Estar

Saúde das unhas

Mesmo que as unhas não sejam tecidos vivos, elas podem refletir como está a sua saúde. Este tipo de exame faz parte de um método mais abrangente da Medicina Chinesa, que hoje já vem sendo visto com bons olhos no Brasil e no Ocidente. A unha sadia deve ser rosada e não ultrapassar o tamanho de cinquenta por cento da terceira junta do dedo correspondente. Deve ser sem manchas ou sinais sintomáticos. Assim, mudanças na cor, textura ou forma das unhas, podem indicar uma longa lista de condições médicas subjacentes.

Mas antes de preocupar-se, tenha em mente que às vezes um problema com as unhas pode ser nada mais do que algum tipo de trauma, como bater o seu dedo em uma gaveta. A melhor coisa a se fazer nesses casos é prestar atenção às suas unhas e anotar todas as mudanças duradouras de cor, textura ou forma, especialmente se essas mudanças são acompanhadas por alterações no seu estado de saúde. Abaixo estão listados alguns dos sinais mais comuns que as unhas podem apresentar em distúrbios fisiológicos.

Lembre-se: o aspecto da unha não deve ser considerado como diagnóstico. Consulte sempre seu médico.



Manchas esbranquiçadas
Anemia, carência de zinco e proteínas, dermatites de contato (alergias a esmaltes, sabões, detergentes, etc.), psoríase, micoses, intoxicação por metais pesados e insuficiência renal.

Manchas amareladas
Frequentes em fumantes, também indicam uso crônico de antibióticos, ingestão em excesso de betacaroteno (precursor da vitamina A, encontrado em cenoura, beterraba, mamão, etc.), diabetes, micoses e males do fígado.

Manchas arroxeadas
Micoses, tumores, uso de remédios coagulantes, males cardíacos e lupus eritematoso.

Esverdeadas ou com inchaços, vermelhidão e dor que se expande ao redor dos dedos
Infecções bacterianas e micoses.

Metade branca com mancha avermelhada
Problemas renais.

Faixas negras
Disfunções hormonais, micoses, tumores na matriz ungueal, câncer de pele (melanoma).

Fracas, secas, quebradiças, com tendência à descamação
Falta de cálcio, zinco e vitaminas A, B e E, nutrientes que constituem a unha, anemia e hipotireoidismo.

Amarelada, espessa e sem crescimento
Distúrbios pulmonares.

Onduladas
Geralmente indicam traumas (a espátula de empurrar cutícula é usada com força), anemia e doença cardíaca ou pulmonar.

Artigo por: Raphael Gonçalves Nicésio

Os artigos do blog são destinados a estudantes, profissionais e pessoas que se interessam pela biomedicina e demais áreas da saúde. O conteúdo não visa substituir as orientações de um médico, portanto não deve ser utilizado para autodiagnóstico ou automedicação.

Licença Creative Commons
Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. Não é permitido duplicar, copiar ou reproduzir qualquer parte sem autorização prévia.

0 comentários:

Postar um comentário

2007-2016. Biomedicina Brasil. Tecnologia do Blogger.