Saúde Pública

A situação da saúde no Brasil


A ABRASCO participou do lançamento de uma série de seis artigos intitulada “A Saúde dos Brasileiros” da revista inglesa The Lancet, representada por seu presidente, Luiz Augusto Facchini, e pela vice-presidente, Lígia Bahia, coautora de um dos artigos. A revista é uma das publicações médicas mais influentes do mundo e a edição especial, coordenada pelo abrasquiano Cesar Victora, pesquisador da UFPel e presidente eleito da Associação Internacional de Epidemiologia, é uma ampla revisão sobre os determinantes e as condições de saúde da nossa população. O evento é aberto ao público e não haverá inscrição. A abertura foi realizada na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), em Brasília, no dia 9 de maio, e contou com a presença do Ministro da Saúde, Alexandre Padilha.
Baseados em uma extensa revisão de documentos existentes, e em análises originais de dados epidemiológicos, uma equipe de 29 especialistas em saúde pública preparou seis artigos científicos que descrevem a história da assistência à saúde no Brasil, com ênfase na implantação do Sistema Único de Saúde (SUS), assim como a evolução recente dos principais problemas de saúde que afligem nossa população, bem como dos seus principais determinantes e fatores de risco. Artigos específicos descrevem o desenvolvimento do nosso sistema de saúde, a saúde de mães e crianças; as doenças infecciosas; as doenças crônicas não transmissíveis; e as lesões físicas e violências. Embora importantes problemas de saúde estejam sendo reduzidos, muito ainda precisa ser feito para que todos brasileiros atinjam níveis de saúde compatíveis com aqueles observados em países desenvolvidos. Na busca de atingir tal objetivo, a série de artigos culmina com um chamado para a ação dirigido a todos os setores da nossa sociedade: governo, trabalhadores de saúde, setor privado, universidades e instituições de ensino e pesquisa e a sociedade civil em geral.

Todo o conteúdo da série está disponível no site da revista.


Abaixo, a reprodução traduzida de uma breve introdução da série de artigos, no site da revista:
O Brasil proporcionou melhorias significativas na saúde materno-infantil, atendimento de emergência, e na redução da carga de doenças infecciosas. Mas a notícia não é de tudo boa. O país continua a ter uma carga de mortalidade devido a lesões, diferente de outros países, devido ao grande número de assassinatos, especialmente utilizando armas de fogo. Os níveis de obesidade estão aumentando e as taxas de cesariana são as mais altas do mundo. O país tem agora a oportunidade de se aproximar do seu último objetivo de saúde universal, equitativa e sustentável, tal como consagrado na Constituição de 1988. Para realçar essa oportunidade, The Lancet publica uma série de seis artigos que examinam criticamente o que alcançaram as políticas do país e os desafios futuros. Como Cesar Victora e colaboradores concluem no documento final da Série: "o desafio é, em última análise, político, requer a participação contínua da sociedade brasileira como um todo para garantir o direito à saúde para todo o povo brasileiro."

Series Comments

Brazil: towards sustainability and equity in health
Sabine Kleinert, Richard Horton

Brazil: structuring cooperation for health
Paulo Buss

Brazil’s health-care reform: social movements and civil society
Sonia Fleury

Higher education and health care in Brazil
Naomar Almeida-Filho

The impact of the Brazil experience in Latin America
Ricardo Uauy

Series Papers

The Brazilian health system: history, advances, and challenges
Jairnilson Paim, Claudia Travassos, Celia Almeida, Ligia Bahia, James Macinko

Maternal and child health in Brazil: progress and challenges
Cesar G Victora, Estela M L Aquino, Maria do Carmo Leal, Carlos Augusto Monteiro, Fernando C Barros, Celia L Szwarcwald

Successes and failures in the control of infectious diseases in Brazil: social and environmental context, policies, interventions, and research needs
Mauricio L Barreto, M Gloria Teixeira, Francisco I Bastos, Ricardo A A Ximenes, Rita B Barata, Laura C Rodrigues

Chronic non-communicable diseases in Brazil: burden and current challenges
Maria Inês Schmidt, Bruce Bartholow Duncan, Gulnar Azevedo e Silva, Ana Maria Menezes, Carlos Augusto Monteiro, Sandhi Maria Barreto, Dora Chor, Paulo Rossi Menezes

Violence and injuries in Brazil: the effect, progress made, and challenges ahead
Michael Eduardo Reichenheim, Edinilsa Ramos de Souza, Claudia Leite Moraes, Maria Helena Prado de Mello Jorge, Cosme Marcelo Furtado Passos da Silva, Maria Cecília de Souza Minayo 

Health conditions and health-policy innovations in Brazil: the way forward
Cesar G Victora, Mauricio L Barreto, Maria do Carmo Leal, Carlos A Monteiro, Maria Ines Schmidt, Jairnilson Paim, Francisco I Bastos, Celia Almeida, Ligia Bahia, Claudia Travassos, Michael Reichenheim, Fernando C Barros

Artigo por: Raphael Gonçalves Nicésio

Os artigos do blog são destinados a estudantes, profissionais e pessoas que se interessam pela biomedicina e demais áreas da saúde. O conteúdo não visa substituir as orientações de um médico, portanto não deve ser utilizado para autodiagnóstico ou automedicação.

Licença Creative Commons
Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. Não é permitido duplicar, copiar ou reproduzir qualquer parte sem autorização prévia.

1 comentários:

  1. Mande seus links para
    http://biomedlinks.blogspot.com/
    Para aumentar as visitas do seu blog.

    Brunno Câmara
    biomedicinapadrao.com

    ResponderExcluir

2007-2016. Biomedicina Brasil. Tecnologia do Blogger.