Microbiologia

Bactéria encontrada no solo pode aumentar inteligência

Gostaria de aumentar sua inteligência? Pois saiba que uma pesquisa americana concluiu que a simples exposição a uma bactéria encontrada no solo, a Mycobacterium vaccae, poderia aumentar a capacidade de aprender.
Estudos anteriores mostraram que, quando injetado morto em ratos, esse micro-organismo elevou os níveis de serotonina e diminuiu a ansiedade. Com base nisso, os pesquisadores Dorothy Matthews e Susan Jenks decidiram avaliar se interferia também no aprendizado, já que a serotonina desempenha um papel importante nesse aspecto.
As cientistas alimentaram alguns camundongos com as bactérias vivas e analisaram a capacidade deles de percorrer um labirinto em relação a um grupo controle de animais, que não recebeu a Mycobacterium vaccae. E eles realmente se saíram melhor. Concluíram o percurso duas vezes mais rápido e demonstraram menos comportamentos de ansiedade.
Na etapa seguinte, as bactérias foram retiradas da dieta e, os roedores, testados novamente. .Embora tenham concluído o labirinto de maneira mais lenta que no primeiro experimento, ainda eram mais velozes que os de controle.
A prova final aconteceu após três semanas de descanso. Os ratos que haviam se alimentado com Mycobacterium vaccae para o primeiro teste se mostraram mais ágeis de novo, mas os resultados não eram estatisticamente significativos, o que sugere um efeito temporário.
As pesquisadoras disseram ao site Science Daily que as pessoas provavelmente ingerem ou inalam essa bactéria quando passam algum tempo em contato com a natureza e que o estudo indica que ela pode influenciar na ansiedade e no aprendizado de mamíferos. Acrescentaram ainda que seria interessante que as escolas incluíssem atividades em ambientes externos onde a Mycobacterium vaccae esteja presente.
Os dados foram apresentados no 110° Encontro Geral da Sociedade Americana de Microbiologia, em San Diego, nos Estados Unidos, que ocorreu de 23 a 27 de maio.

Vida e Saúde

Artigo por: Raphael Gonçalves Nicésio

Os artigos do blog são destinados a estudantes, profissionais e pessoas que se interessam pela biomedicina e demais áreas da saúde. O conteúdo não visa substituir as orientações de um médico, portanto não deve ser utilizado para autodiagnóstico ou automedicação.

Licença Creative Commons
Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. Não é permitido duplicar, copiar ou reproduzir qualquer parte sem autorização prévia.

0 comentários:

Postar um comentário

2007-2016. Biomedicina Brasil. Tecnologia do Blogger.