Microscopia

Regeneração da mama após câncer

Pesquisadores australianos estão testando uma nova técnica para estimular o crescimento natural de tecidos da mama para reconstruir os seios após cirurgias de mastectomia em pacientes de câncer. A técnica, já testada em porcos, consiste em implantar uma espécie de "molde" em forma de seio sob a pele do peito da mulher, sob o qual seriam injetadas células musculares da própria paciente para estimular a produção natural de gordura no local.
Os cientistas do Instituto de Microcirurgia Bernard O'Brien, de Melbourne, pretendem começar os testes em humanos no próximo ano, inicialmente com seis mulheres. Segundo eles, a nova técnica seria capaz de criar novos seios mais naturais do que com os métodos atuais de reconstrução, além de reduzir a quantidade de cicatrizes.
O estudo foi apresentado nesta semana em uma conferência sobre cirurgias plásticas em Sydney.

Gel de células

Segundo os cientistas, após a implantação do molde, a gordura cresceria naturalmente para formar um novo seio no formato determinado. O molde conteria um gel feito a partir de células musculares da própria paciente para estimular a produção de novos tecidos.
Para Anthony Hollander, especialista em engenharia de tecidos da Universidade de Bristol, na Grã-Bretanha, o principal atrativo da nova técnica é sua simplicidade e o fato de o crescimento do tecido ocorrer dentro do próprio corpo. Segundo ele, o avanço tecnológico da nova técnica é a utilização do molde feito de material biológico para manter as células novas em seu lugar.
No futuro, os cientistas australianos pretendem desenvolver o material do molde para que ele se torne biodegradável e não necessite de uma intervenção cirúrgica para retirá-lo após o crescimento do novo tecido. Mas Hollander adverte que, para que a técnica tenha sucesso, os cientistas precisam garantir primeiro que as células cancerosas sejam totalmente removidas e que novas células cancerosas não cresçam no processo de reconstrução do seio.

BBC Brasil

Artigo por: Raphael Gonçalves Nicésio

Os artigos do blog são destinados a estudantes, profissionais e pessoas que se interessam pela biomedicina e demais áreas da saúde. O conteúdo não visa substituir as orientações de um médico, portanto não deve ser utilizado para autodiagnóstico ou automedicação.

Licença Creative Commons
Esta publicação está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. Não é permitido duplicar, copiar ou reproduzir qualquer parte sem autorização prévia.

0 comentários:

Postar um comentário

2007-2016. Biomedicina Brasil. Tecnologia do Blogger.